top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdnan Brentan

Sinta-se forte. Você deu conta!

Atualizado: 29 de nov. de 2023

"Não é que Maria nunca mais será assolada por desafios que despertarão suas dúvidas. Mas ela terá uma lembrança nova, um novo autoconhecimento, uma sensação de eficiência e poder,..." Amy Cuddy - O poder da presença


Faz poucos dias, tive a oportunidade de "cutucar" uma cliente que me acompanhava em uma maravilhosa trilha. É recorrente neste tipo de atividade que realizo, as pessoas se depararem com seus limites de tolerância ao esforço físico e psicológico e com ela não foi diferente. Na primeira parte da trilha, com trechos predominantemente mais planos, ela já apresentava mais dificuldade quando precisava subir alguma ladeira mais inclinada. Precisava parar e tomar fôlego e isso é perfeitamente normal para quem não está habituado com trilhas acidentadas e ascendentes. Naquelas ladeiras ela já começava a apresentar uma certa expressão de contrariedade, mais ou menos surpresa por sentir tanto desconforto. Não só as ladeiras, mas o calor no dia aumentava de forma importante o desgaste.


Mas em algum momento, nesta trilha, ao invés de ladeiras menores, somos obrigados a enfrentar uma longa subida que pode durar de 30 a 45 minutos dependendo do ritmo do grupo. É claro que ela sofreu ainda mais e em alguns momentos, confessou depois, pensou que não daria conta e que o melhor seria desistir.


Eu guio neste tipo de trilhas faz quase quinze anos e conheço bem esta dinâmica de esforço/sofrimento/desânimo e, por isso mesmo, não considero tão importante assim estes episódios ao ponto de, muito raramente, concordar que a pessoa "desista". Sei que se fizermos mais pausas (quando há tempo disponível) a pessoa conseguirá chegar ao objetivo principal. Apesar do cansaço e esforço, alcançamos o local ideal dentro do tempo previsto e tivemos bastante tempo para curtir e desfrutar do lugar lindo, poderoso e revigorante.


Agora não me lembro exatamente se já foi perto do final da ascensão ou se foi no retorno quando ela fez comentários sobre quase desistir na ida, eu pedi licença e declarei algo que já havia refletido e escrito em uma ocasião anterior: "Cuidado para não transformar sua vitória numa derrota!"


E arrematei explicando o que queria dizer com isso: "Quando você foca no sofrimento e nas dificuldades pelas quais passou pode eclipsar a constatação de que você superou estas dificuldades, você venceu, você deu conta, você conquistou... A verdade é que você foi capaz de superar uma situação de grande dificuldade para você e isso é extraordinário."

Imediatamente ela concordou e afirmou ter gostado muito deste posicionamento. Ela se sentia poderosa.


Talvez os "sabedores" de plantão possam chamar isso de mudança de "mindset". Chamem do que quiserem, mas não percam a essência desta real e transformadora lição, que é o poder de reenquadrar sua impressão de derrota para aquilo que é em verdade, uma vitória.


Toda pessoa capaz de vivenciar esta capacidade de vencer dificuldades, é capaz de utilizar esta mesma força para superar dificuldades em outras áreas de sua vida. Este tipo de experiência irá ajudar a reforçar (ou descobrir) seus talentos e superar outras situações de desconforto e desafio. Não só nosso corpo precisa de treino, mas também nossa mente para manter a "boa forma".


"A cada autocutucão, o prazer gera mais prazer; o poder, mais poder; e a presença, mais presença." Amy Cuddy


Talvez possa não parecer uma relação tão direta mas este episódio me faz lembrar de um outro pensamento poderoso de Nilton Bonder no livro A Alma Imoral: "Surpreender-se é, na realidade, a maior prova de poder de um ser humano. Surpreender os outros é fazer uso de nossos truques já dominados; surpreender a si mesmo é ser um mago diante daquele que nos julgávamos ser." Nilton Bonder


Esta agradável "surpresa" de vencer algo difícil e inesperado para nós, faz com que gostemos mais de nós mesmos e, assim, confiemos mais em nós mesmos para enfrentar, quando surjam, novos desafios inesperados.





18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page