top of page

sáb., 07 de dez.

|

Uiramutã

Monte Roraima Dezembro de 2024

Expedição Monte Roraima 7 a 17 de dezembro de 2024 *foto de capa: Ney Guimarães Filho

Monte Roraima Dezembro de 2024
Monte Roraima Dezembro de 2024

Horário e local

07 de dez. de 2024, 23:45 – 17 de dez. de 2024, 12:00

Uiramutã, Uiramutã - RR, 69358-000, Brasil

Sobre o evento

Expedição Monte Roraima Dezembro de 2024  

Vocês sonharam (e pediram) e a Gilgamesh providenciou!

7 de dezembro até 17 de dezembro 

  • 10/11 dias e 10 noites de roteiro  
  • 8 dias e 7 noites na trilha 
  • 4 dias e 4 noites no topo do Monte Roraima   

Número de vagas: 9 pessoas

Incluídos: 

  • 2 noites em hotel em Boa Vista 
  • 1 noite em pousada em Santa Elena 
  • 7 noites em barracas duplas 
  • 9 cafés da manhã 
  • 8 almoços 
  • 7 jantares 
  • Deslocamentos rodoviários ida e volta a partir de Boa Vista 
  • Líder da expedição (Adnan)  
  • Guia local experiente 
  • Barracas (duas pessoas) 
  • Saco de dormir e isolante térmico (1,4 kg carregados pelo participante) 
  • Banheiro portátil 
  • Carregadores para cozinha, comida, barracas e banheiro

Opcional: Carregador para itens pessoais R$ 150,00 por dia de trekking.

NÃO incluídos:

  • Aéreo cidade de origem para Boa Vista (RR)
  • Bebidas nas refeições
  • Refeições não mencionadas no roteiro
  • Seguro de viagem

Valores: R$ 6.175,00 (via Pix ou boleto bancário)

Reserva antecipada de R$ 995,00 

Saldo em 7 parcelas de R$ 740,00 (junho até dezembro)

Locais visitados no trekking propriamente dito: 

  • Comunidade de Paraitepuy Rio Tek 
  • Comunidade de San Francisco de Yuruaní  

No topo: 

  • Mirante Maverik 
  • El Fosso 
  • Vale dos Cristais 
  • Ponto Triplo ou Tríplice Fronteira 
  • Rio Cotingo 
  • Lago Gladys 
  • Mirante do Roraiminha 
  • Mirante da Proa 
  • La Ventana 
  • Jacuzzi 
  • O Abismo

Toque aqui: Neste link algumas fotos de quando a Gilgamesh esteve por lá em 2016

Descrição detalhada: 

O Monte Roraima é considerado um dos lugares mais inusitados e especiais do planeta.

Localizado na América do Sul, na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. Constitui um tepui, um tipo de monte em formato de mesa bastante característico do planalto das Guianas. Delimitado por falésias de cerca de 1.000 metros de altura, seu planalto apresenta um ambiente totalmente diferente da floresta tropical e da savana que se estende a seus pés. Assim, o alto índice pluviométrico promoveu a formação de pseudocarstes e de numerosas cavernas, além do processo de lixiviação do solo. A flora adaptou-se a essas condições climáticas e geológicas com um elevado grau de endemismo, onde encontram-se diversas espécies de plantas carnívoras – que retiram dos insetos capturados os nutrientes que faltam no solo. A fauna também é marcada por um acentuado endemismo, especialmente entre répteis e anfíbios. Esse ambiente é protegido no território venezuelano pelo Parque Nacional Canaima e no território brasileiro pelo Parque Nacional do Monte Roraima.

Temos a certeza de que será uma experiência única numa montanha que é única. Uma montanha diferente, especial, mágica e mística. Diferente, por ser uma montanha tipo mesa sem bico. Especial pela sua fauna e flora endêmica por só existir ali. Mágica pela constante variação climática sobre ela e pelas sensações recebidas. Mística pela energia que gera, incluindo a alegria e serenidade presentes no coração daquele que a contempla e se abre para uma ligação com nossa mãe Terra na sua ancestralidade.

Será uma verdadeira alegria tê-los nesta expedição que, na atualidade, é a mais desafiadora que realizamos longe de casa (Curitiba). Desafiadora, porque exige um condicionamento físico acima da média, pois são vários dias carregando uma mochila mais pesada (opção para contratação de carregador para itens pessoais) nos quais, em alguns deles, existe o desafio extra de vencer uma altimetria (subida e descida) considerável. Também são 7 noites dormindo em barracas (duplas), sem acesso a banho estruturado (embora sempre haja possibilidade de banho frio).

Toda a equipe que irá acompanhar essa expedição pertence às comunidades da região. O turismo de base comunitária fortalece a economia dessas comunidades e torna sua experiência mais imersiva.

Durante o percurso não teremos sinal de telefone ou internet. O guia levará um aparelho que permite comunicação via satélite bidirecional em regiões remotas, nesse caso será fornecido um link para que cada trilheiro possa deixar com alguém de sua preferência para acompanhar o sinal GPS com a localização do grupo.

Seremos no máximo 10 participantes já incluindo o Líder da Expedição (Adnan).

Dia à dia da nossa maravilhosa aventura:

Dia 1 - sábado - 7/dezembro

Este dia é destinado para o deslocamento de nossas cidades de origem até Boa Vista(RR)

O pernoite no hotel já está incluído no pacote.

Dia 2 - domingo - 8/dezembro

Transfer de Boa Vista para Fronteira

Às 10:30 sairemos de nossa hospedagem e faremos uma parada na Orla Taumanan para apreciarmos a vista do Parque Rio Branco e alguns pontos históricos da cidade. Tempo para almoço (essa refeição não está incluída), às 13:00 sairemos de Boa Vista rumo a Pacaraima. Faremos uma parada na Vila Três Corações também conhecida como km100 para uso de banheiros. Seguiremos para Pacaraima, com previsão de chegada na fronteira às 17:30, onde faremos a confirmação dos permissos e identificação com documento de identidade ou habilitação.

OBSERVAÇÃO: o documento apresentado na fronteira tem que ser o mesmo documento enviado anteriormente para fazer o permisso.

Após os procedimentos na fronteira seguiremos para Santa Elena de Uairén que fica a 16km. Já em território venezuelano, chegaremos em média às 18:30 na hospedagem para descansar. Teremos a opção de jantar na pousada ou em um restaurante próximo (refeição não incluída).

OBSERVAÇÃO: a hospedagem em Santa Elena está incluída, mas não inclui café da manhã.

Dia 3 - segunda-feira - 9/dezembro

Dia de iniciar o trekking.

O checkout será às 07:00. Já devemos sair prontos para começar a expedição. Há possibilidade de deixar guardados na pousada alguns pertences pessoais para resgatá-los no retorno. Faremos parada em uma padaria próxima para café da manhã (essa refeição não está não incluída).

Após as 08:00 seguiremos a viagem, serão 100km até a comunidade de Paraitepuy, sendo 75km de asfalto e 25km de estrada de chão. Nessa comunidade iremos iniciar nossa caminhada rumo ao majestoso Monte Roraima, neste primeiro dia serão 14km de caminhada até a margem do rio Tek, onde será nosso primeiro pernoite.

Refeições do dia:

  • Almoço: Sanduíche de queijo, ovos, presunto, tomate e suco.
  • Jantar: Arroz, frango guisado, banana frita, suco, chá e café.

Dia 4 - terça-feira - 10/dezembro

Dia de alcançar o acampamento base.

Levantar acampamento e seguir rumo a base do Roraima. Serão 11 km de caminhada e já superando algumas inclinações. Almoço durante a trilha com previsão de chegada na base às 15:00. Restante da tarde destinado ao descanso e ao banho.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Comida típica venezuelana (Domplin com queijo, ovo mexido, suco, café e frutas).
  • Almoço: Salada cozida (batata, cenoura e ovos) pão e suco.
  • Jantar: Arroz, carne guisada, salada, banana frita, suco, café e chá.

Dia 5 - quarta-feira - 11/dezembro

O dia mais desafiador da expedição.

Café da manhã às 07:00, após o café vamos nos equipar e começar a subida pela rampa conhecida como passo das lágrimas. Serão 6 quilômetros até o topo, chegaremos por volta do meio-dia e o almoço será um lanche rápido, porém bem nutritivo, após esta refeição uma leve caminhada por perto do nosso acampamento, onde ficaremos hospedados enquanto permanecermos no topo. Neste dia, a depender das condições físicas do grupo, já visitaremos o Mirante Maverik o ponto mais alto do Monte Roraima.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Comida típica venezuelana (Arepa com queijo e ovos mexidos) café e suco.
  • Almoço: Sanduíche de ovo, queijo, mortadela frita, maionese, tomate e suco.
  • Jantar: Macarrão com molho à bolonhesa, queijo, suco, café e chá.

Dia 6 - quinta-feira - 12/dezembro

Tríplice Fronteira e Acampamento do Coatí

Café da manhã, levantaremos acampamento e faremos uma caminhada de aproximadamente 12 km, passando por El Fosso, uma linda formação rochosa com uma pequena cachoeira e uma caverna subterrânea formada por galerias e piscinas naturais, com toda precaução e auxiliados pelo guia poderemos tomar um banho neste lugar incrível.

Também visitaremos o Vale dos Cristais, um lugar de energia única e o Ponto Triplo ou Tríplice Fronteira - marco que divide o monte entre três países: Brasil, Venezuela e Guiana.

Pernoite será na caverna do Coatí já do lado do Brasil, que também  que é considerado o hotel 5 estrelas do Monte Roraima uma caverna de piso plano de areia e com um jardim interno.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Panqueca com queijo, geleia, suco, café e chá.
  • Almoço: Arroz, lentilhas, calabresa, suco, chá e café.
  • Jantar: Comida típica venezuelana (Pamonha venezuelana, com carne, queijo), com café, chá e suco.

Dia 7 - sexta-feira - 13/dezembro

Lago Gladys e Mirantes da Proa e Roraiminha

Acordar bem cedo, ver o nascer do sol no Mirante do Roraiminha, logo depois voltamos ao acampamento para tomar café da manhã e continuar nosso roteiro, que será de aproximadamente 12 km de caminhada rumo ao norte da montanha, passando pelo rio Cotingo e chegando ao Lago Gladys já no lado da Guiana. Nosso percurso segue até o Mirante da Proa, que em cada ponto visitado oferece uma vista panorâmica e surpreendente. Pernoite novamente na Caverna Coatí.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Pão caseiro, ovos mexidos, queijo, café, chá e suco.
  • Almoço: Comida tradicional venezuelana (arroz, carne, feijão e banana), suco e café.
  • Jantar: Sopa de Vegetais, suco, café e chá.

Dia 8 - sábado - 14/dezembro

La Ventana, Jacuzzi, O Abismo

Sairemos do acampamento após o café da manhã para retornar à zona sudoeste da montanha. Realizaremos uma caminhada de aproximadamente 12 km com duração média de 5 horas para chegarmos aos acampamentos principais. A tarde destinada para visitar La Ventana, um mirante de tirar o fôlego e a Jacuzzi com suas piscinas naturais, onde tomaremos aquele banho para revigorar a alma e o corpo. Ainda conheceremos O Abismo, no final da tarde retornaremos ao acampamento.

Não importa quão intensa foram as experiências antes vividas, o Monte Roraima sempre encontrará uma maneira incrível de nos surpreender.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Arepa frita com Perico (ovos mexidos com verduras), café, chá e suco.
  • Almoço: Macarrão com molho de vegetais, queijo, café, chá e suco.
  • Jantar: Arroz, batata cozida, molho de alho, ovos cozidos, suco, café e chá.

Dia 9 - domingo - 15/dezembro

A despedida do Monte Roraima

Iniciaremos nosso retorno realizando a descida pela rampa e chegada ao acampamento Río Tek. Dia puxado com uma grande caminhada de aproximadamente 17 km. Vencido o desafio poderemos tomar um bom banho e relaxarmos.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Mingau de aveia com cereais, pão caseiro, geleia, café, chá e suco.
  • Almoço: Arroz com feijão, ovos, mortadela frita, café, chá e suco.
  • Jantar: Macarrão com calabresa, molho branco, suco, café e chá.

Dia 10 - segunda-feira - 16/dezembro

Última caminhada

Sairemos do acampamento do Rio Tek percorrendo 12 km até a comunidade de Paraitepuy, onde iremos celebrar o fim da expedição com bebidas geladas e refrescantes. Seguiremos até a comunidade de San Francisco de Yuruaní para almoçar. Após o almoço seguiremos até a fronteira, onde faremos a troca de transporte e seguiremos até Boa Vista com previsão de chegada entre as 20h e 21h. Pernoite em hotel em Boa Vista já incluído no pacote.

Refeições do dia:

  • Café da manhã: Comida típica venezuelana (Domplin com queijo e ovos mexidos); suco, café e chá
  • Almoço: Na comunidade de Kumarakapay que também é conhecida como San Francisco de Yuruaní, já incluso no pacote.

Dia 11 - terça-feira - 17/dezembro

Dia de voltar para casa.

MUITO IMPORTANTE:

Certifique-se, antes de confirmar a expedição, se, segundo recomendações médicas, sua aptidão física é adequada ao desafio em questão. Não é uma aventura para pessoas sedentárias ou com problemas físicos que comprometam a integridade e saúde do participante. É fundamental estar com bom condicionamento físico e recomendado realizar algumas trilhas desafiadoras nas semanas que antecedem a expedição.

Caso queira contratar carregador para seu equipamento, custará R$150,00 (cento e cinquenta reais) por dia já incluindo a alimentação do carregador, se você não tem costume de carregar uma mochila grande, por tanto tempo, recomendamos avaliar esta possibilidade. Se estiver em dupla, pode ser preparada uma mochila de 60 litros com pertences das duas pessoas, e individualmente cada um levar uma mochila menor em média de 32 litros para não carregar tanto peso, e assim dividir as despesas do carregador.

Leve algumas barras de proteína principalmente para os últimos dias, e algumas guloseimas para comer entre as refeições se for da sua preferência, sempre pensando em algo leve e com bastante calorias;

Se tem algum histórico de dor no joelho leve um tensor.

Como medida de prevenção sugerimos que seu calçado de caminhada (bota ou tênis) seja costurado.

EQUIPAMENTOS E ROUPAS:

  • Tênis ou bota; OBS.: Se você não tem o costume de usar bota em caminhada de longas distâncias dê preferência ao tênis;
  • Uma sandália estilo crocs ou papete;
  • Um bastão de caminhada;
  • Uma mochila de 50 a 60 litros;
  • Uma mochila de ataque de 15 a 25 litros;
  • Capa de chuva estilo poncho;
  • Duas calças para trilha; OBS: se levar calça que não seja térmica, é recomendado usar short térmico para evitar assaduras nas coxas;
  • Duas camisas para trilha;
  • Duas meias para trilha (material sintético);
  • Um chapéu ou boné de preferência com protetor de nuca;
  • Uma Jaqueta corta vento; OBS: O Monte Roraima é uma grande rocha, facilitando a inversão térmica, isso quer dizer que mesmo fazendo calor durante o dia a noite a temperatura cai bastante;
  • Uma roupa segunda pele para dormir;
  • Uma calça para frio (sugestão: pode ser moletom ou lã);
  • Uma camisa para frio (sugestão: pode ser moletom ou lã);
  • Uma meia de lã para dormir (sugerimos levar uma extra para caminhadas nos dias frios);
  • Uma luva e uma touca de frio para dormir;
  • Baterias para recarregar seus equipamentos eletrônicos;
  • Uma lanterna (de preferência lanterna de cabeça);
  • Pilhas extras para sua lanterna (se a lanterna for a pilhas);
  • Um barbante para fazer varal;
  • Toalha leve;
  • Fita silver tape;
  • Sacos zipados extras;
  • HIGIENE PESSOAL, PROTEÇÃO E REMÉDIOS:
  • Repelente;
  • Protetor solar;
  • Hidratante para o rosto;
  • Protetor labial;
  • Escova de dentes;
  • Creme e fio dental;
  • Sabonete para banho (biodegradável), havendo necessidade pode ser usado caso queira lavar alguma peça de roupa na hora dos banhos;
  • Xampu para banho (biodegradável);
  • Vaselina para passar nos pés (esse item é usado para evitar bolhas/calos);
  • Seus medicamentos individuais (essa lista é pessoal, indicamos que seja a mais abrangente possível para as situações diversas que possa acontecer);
  • Cortador de unhas;
  • Lanches extras: Frutas secas, chocolate, barras de cereais para ir comendo ao longo das caminhadas.

Sobre a aquisição do aéreo:

  • Cada participante é responsável pela sua, embora eu (Adnan) apoio com dicas de valores e momentos mais adequados;
  • O participante obrigatoriamente deve estar em Boa Vista antes da 10:00 de domingo, dia 8 de dezembro, embora recomendemos que já esteja no dia 7, sábado.
  • O voo de retorno pode ser a partir de qualquer horário no dia 17 de dezembro, uma terça-feira.

Click no link para fotos incríveis do roteiro

Temos certeza que será uma experiência incrível, enriquecedora e inesquecível!

Compartilhe este evento

bottom of page